Caminho

É preciso o caminho. Cada passo se faz entrega. A olhar casas de janelas fechadas e entre ruelas estreitas. É preciso caminhar sob o peso do que trazemos no peito, ao som das rodas daqueles que nos ultrapassam velozes. Tão rápido o andar alheio. É preciso dilatar o nariz a sorver mais ar, mais fôlego, quanto mais o chão se inclina. Sob os pés, cimento duro, asfalto escuro, barro e pedregulho. É a senda que te faz tão humano. Novo parágrafo é retomada após um breve descanso.
Esquinas a nos desafiar: me tomas ou segues? Feia é a queda de quem não tem resposta. E em qualquer parada perde-se a força, atraem o conforto e o abrigo e algum abraço. Chegada que nos parte, desejo não alcançado em parte alguma. O caminho exige bons calçados, os gastos ficam pelos canteiros ou presos em fios de luz. Teus passos por ali não são únicos. Não vês pegadas para não sucumbires. O sangue derramado inunda as esperanças e mina os caminhantes. É preciso amparar aqueles que não tecem seus próprios trajetos, nos atrasamos, assim, sem deixar a virtude. Muitas ficam pelo caminho – quanto mais demorado o passo, mais fácil mantê-las junto à alma. A pressa descarrega – se do que não considera útil.
No porto indiferente são os caminhos, de todos os lados vêm mãos vazias e cabeças cheias – não há ponto de largada nem bandeiras na chegada. Por isso, é preciso o caminho. É precioso caminhar – sozinho. Tanto lento se realiza tão grande se faz bonito. É o caminho. Preciso se dá em calma. Certeza de sucesso é que se morre pelo caminho.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: