Brevíssimas

Sabe o fato do atropelamento em massa da tal “massa crítica” (já achei o nome deplorável) que aconteceu no domingo em Porto Alegre? Pois é. Sinceramente tenho dois comentários: 1. Eu não tenho coragem de andar na pista, ali no cantinho, onde o ciclista deve andar quando não há ciclovia (ter ciclovia é exceção, veja bem) e cometo o erro de andar na calçada. Porque motorista que respeita ciclista é ainda mais raro e eu prezo pela minha integridade (física e moral); 2. Ciclista que se acha o “bom”, que se diz “profissional” diante de uma reles mortal como eu que usa uma bicicleta, nem de longe “das boa”, para passear e de vez em quando como meio de transporte é tão desrespeitoso quanto um motorista desses como o do golf preto. O cara acha que a ciclovia não é lugar de quem passeia só porque ele não tem aquele capacete feio, shortinho de gel, blusa com os bolsinhos atrás (eu tenho, só para constar, mas não tenho usado) e bicicleta de aro fininho e de alumínio. Esse tipo de ciclista “profissional” eu também dispenso e coloco junto com os motoristas que não nos respeitam!

Pessoas correm. Sabe aquela “corridinha”? Então… não vejo sentido em correr! Tudo bem, opinião minha. Mas, sério, fique num calçadão observando. Tem cada figura! Cada um corre de um jeito e só o que me dá é ataque de riso! Tem os movimentos mais esquisitos que já vi!

Queridas, e esses shorts com forro do bolso aparecendo? O que é isso, meu povo? Era pra ser despojado, sexy. Uma atriz famosa dessas apareceu num lugar exótico com um short (estilo calça boyfriend cortada mesmo!) assim e as revistas disseram que era moda. Mas, queridas, esse shorts que vocês compram com pseudo-forro (sim, é colocado ali de propósito) com estampas de flores, desenhos e bobagenzinhas afins, aparecendo na barra do shorts só é uma coisa: brega! Sim, é brega! Não me conformo em vê-las andando por aí com essa coisa brega demais! Fico pensando, o look até que estava bom, mas aquilo ali dá teu atestado de breguice sem fim. Pode ser bonita, gostosa, aquele pedacinho de pano horrível acaba com os teus esforços na academia. Sabe quando lançam uma moda que pega, todo mundo usa e toda vez que você vê pensa “quando será que essa moda vai passar?”? Então, esse short pra mim está nessa. A gente sofre com essa inundação de coisas passageiras pelas nossas vistas. Pelo bem, quando vocês se derem conta, queridas, de que é brega e a moda passou, é só passar a tesoura na parte que aparece e o bom e velho short voltará à sua boa forma!

Querida Prefeitura de Florianópolis e CASAN: as obras da beira-mar norte ficaram muito boas! Sério mesmo, dá um gosto a mais caminhar, tirar fotos e andar de bicicleta por ali! Pena que quando eu morava ao lado da beira-mar sul não vi algo assim por lá. Aliás, acho que até hoje ela está lá abandonada. Com exceção dos píers, que poderiam ser copiados aqui na beira-mar norte! Agora, queridas, vocês sabiam que a beira-mar norte não termina no famigerado Koxixo’s? (Alguém me explica como essa coisa asquerosa ainda existe? O que as pessoas têm na cabeça de ir no “Koxixo’s”? Não gosto do nome, nunca fui lá e aquilo é um antro! Deixem de freqüentar, assim talvez ele deixe de existir!) Pois se não sabem vou lhes contar que a beira-mar continua até a entrada do Córrego Grande, atrás da UFSC! Isso mesmo! Novidade, né? E, sim, esse trecho merece o mesmo respeito que o outro trecho que ficou delicioso! Pensem nisso!

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: