Letras sobre a superfície

Caminho de pedra se fez

E eu descalça segui

Quem me viu partir

Não recebeu meu adeus

E os pobres olhos meus

Avistavam longe

O que a tempos eu via

Das pedras

Restaram-me apenas

Cicatrizes

Como as letras

Sobre a superfície

Do passado

O vazio

Do futuro

O intangível

Porém atingível

 

 

(escrito da época da primeira decepção amorosa mais real – e definitivo para todas as outras)

 

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: