E a Ciência diz que a dor de amor dói

Não preciso que ninguém me diga, muito menos a Ciência, que a dor de perder alguém que você ama dói! Ó!

“o que não mata, fere”

Perder quem amamos dói, e dói muito.

No caso de relações amorosas, dói mais para aquele que perde por própria responsabilidade (ou “irresponsabilidade” em muitos casos). Deve doer ao nível do quase insuportável. Desconheço essa dor, mas sei que a maioria esmagadora por aí sofre por ela.

A dor latente é aquela quando perdemos quem amamos para o irreversível, para o que nos causa a maior frustração de todas, para a morte, enfim. Só respeito essa dor.

Porque toda dor dói, mas, garanto, passa!

Por isso, se não for no caso da morte, só vá embora ou deixe o outro ir embora quando não há mais amor. Porque aí não dói nada. Ao invés de dor, haverá somente uma leveza incrível e umas poucas fotos para apagar.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: