Ela e o Violino

Ela é joelho

Ela não sente seu peso

Ela não tem asas

Ela não é um beija-flor

Ela saltita como quem anda em brasas

Ela flutua como quem sente o amor

Ela é piruetas

Ela é cãibra sem pausa

Ela é furadas meias

Ela não pára quando sente náusea

Ela é som em nervos e músculos distendidos

Ela é carne em vibração das cordas ao seu ouvido

Ela se alonga, suspira e tira as sapatilhas.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: