Curtas

 

Eu fico feliz ao ver cágados nos córregos da cidade. Fico ali parada vendo-os. E perco a hora do banco por isso!

Eu não consigo parar quieta em casa. Fico zanzando pra lá e pra cá.

Tenho paixão louca por doce de coco da sococo, aquele que dá pra comer de colher. Comprei um potinho ontem no mercado aqui perto de casa. Está de babar!

Não caso com homem que não saiba cozinhar (e bem!) doces!

Mudei de idéia sobre em quem vou votar para governador e presidente (tá, ainda posso mudar até o dia da eleição).

Ando viciada em twitter e facebook. Vocês não?

Fico rindo muito das pessoas que falam mais do que são. Principalmente algumas que estão “envolvidas” em audiovisual aqui na Ilha.

Não puxo saco. Nunca puxei, nem hei de puxar. Não preciso disso. Mas, tem tanta gente aí que precisa.

Lembro sempre da minha avó (e tenho lembrado com bastante freqüência) quando vejo umas criaturas por aí e a expressão que ela usava me vem direto: pode matar que é bicho!

Tenho idéias brilhantes para resolver sérios problemas sociais e políticos do nosso mundinho, mas ninguém me pergunta! Posso vendê-las. Ou fazer um documentário. Estou mais pra segunda opção. Logo, logo, nas nossas telas.

Não consigo me animar com o youtube, sabe. O povo vidrou nisso, e eu, eh…

Ando me preocupando demais com as pessoas que são boas, mas que não percebem a maldade que há por aí e se prejudicam com isso.

Não acredito nos enredos das novelas. Acho que é só coisa de novela. Mas, começo a desconfiar que acontecem na vida real também!

Gosto do tempo, é um bom amigo, mas ele anda como a maioria dos meus amigos: ausente!

Tenho vícios. Muitos. Mas sei que tenho tendência a vícios. Por isso que preciso demonstrar que tenho domínio sobre eles. Semana passada troquei alguns esmaltes por uma tarde saborosa na Casa das Tortas. Ontem não comprei esmaltes, deliberadamente.

O vinho tem me acostumado mal. Divindade, sem dúvida.

Aguardo ansiosamente a Primavera. Mas o dia de Inverno que fez hoje me deixou mais que feliz.

Saí de mini-saia hoje. Tanta gente olhou para mim (homens e mulheres!) que me senti um ET. Ah, vai dizer, nesse calor!

A Ilha fica mais “respirável” quando algumas pessoas a deixam. Hehe

Eu quis ir ver a neve lá na Serra semana passada. Ninguém quis ir comigo. Assim as pessoas me perdem!

Há traições que mantenho o traidor por perto. Traições podem ser piores quando totalmente inesperadas.

Posso resolver a vida de muitas pessoas, mas elas não me ouvem.

Quero um cachorro, mas dizem que é melhor eu não ter. É, quero ter, cuidar daí já preciso contratar alguém.

Ontem comi um x-bacon com tanta vontade que ainda roubei uns bacons do sanduíche do meu namorado.

Tem uma coisa deliciosa: Pepsi geladinha. Oh, coisa boa!

Estou pensando em me mudar. Só porque ouvi da Mercedes Sosa: “hablo de cambiar esta nuestra casa De cambiar por cambiar, no más” Simples assim que decido o que fazer da vida, num verso lindo.

Estou achando um saco esse politicamente correto de eu não poder usar “bicha” e “sapatão” no twitter e etc. só porque tem isso e aquilo e blá blá blá. Temos referências de vida e visuais, estereótipos, por que censurá-los? Acho uma chatice isso.

Semana que vem irei viajar pra um lugar que ainda não conheço. O motivo não é lá muito nobre. Pouco me importa. Viagens aproveito-as e quero fotos!

Semana passada fiquei bem pensativa sobre um assunto que me assombra desde pequena: envelhecer. Prefiro até fugir desses pensamentos. Dói de várias formas.

Resumindo para vocês: minha cabeça está momentaneamente fragmentada, dispersa, desorientada, desfocada, aérea, viajante, vendida…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: