Adormeço

Enlevo se dá

na alma do

bem-te-vi

ao acordar

 

prevenidas

formigas

carregam folhas

ao ninho

 

Chovia

pela manhã

e na minha janela

o sol se estendia

 

O gato

desesperado

cantarola

o seu miado

 

Lua cheia

no sábado

quando, por fim

eu adormeço

no teu ombro

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: